Património artístico da Câmara Municipal de Sintra

Sala 2 . 1849-1910
|
Do Romantismo, com Sintra como pano de fundo, ao início da República
  |  

 

  Autor
Leal da Câmara
(ver biografia)

Modalidade
Pintura

Técnica
Aguarela sobre papel

Dimensões
46,5 cm x 60 cm

Datado
1903

Proveniência
Casa-Museu
de Leal da Câmara

  Le dernier salon où l'on cause

Obra que representa o ambiente de um bordel parisiense no principio do século XX. Num grande sofá, vemos um homem e três mulheres, destacando-se a profusão de cores, quer nos trajes de noite envergados pelos personagens, quer no aspecto envolvente. 

Aquilino Ribeiro, amigo de Leal da Câmara, foi um dos estudiosos da obra do caricaturista que primeiro o comparou a Toulouse-Lautrec. A representação do quotidiano boémio parisiense é desde logo uma afinidade, bem como a mesma necessidade de crítica social. Porém, embora a obra de Lautrec inflicta, por vezes, para uma representação quase caricatural, tal é mais evidente em Leal da Câmara, que raramente se descompromete do seu traço de caricaturista. Basta atentar nesta irónica cena boémia, onde três mulheres, eventualmente prostitutas, confraternizam com um homem. 
[ver também esta obra]

destaque-menu

bio-menu

mc-icon1tritao

Newsletter do Museu